O PRÓXIMO PASSO PARA RETOMADA DOS LANÇAMENTOS DE IMÓVEIS NOVOS

Há, fundamentalmente, duas fontes confiáveis para monitoramento das vendas, lançamentos e estoques dos imóveis residenciais novos: Secovi-SP e Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Enquanto a primeira fonte indica o comportamento do mercado na Grande São Paulo (39 municípios, incluindo a capital), a segunda, abrange uma área de maior dimensão geográfica, correspondendo a 150 cidades e áreas metropolitanas nas cinco regiões do Brasil.

Outra diferença diz respeito ao espaço de tempo entre o período analisado e a divulgação dos dados, já que, o Secovi-SP publica sua pesquisa mensalmente, com um intervalo de aproximadamente 45 dias, enquanto a CBIC publica sua pesquisa trimestralmente, com um intervalo de aproximadamente 80 dias.

Para esse artigo, apresentaremos os dados mais recentes das vendas, lançamentos e disponibilidade de imóveis residenciais novos na Grande São Paulo, região responsável por aproximadamente 17,8% do PIB Brasil, e, com capacidade de indicar tendências para todo o País.

No acumulado ano novembro de 2019 foram vendidas 53.987 e lançadas 66.724 unidades residenciais novas, uma relação lançamentos comparados com vendas positiva em 23,6%, demonstrando, na época, o otimismo do mercado imobiliário no futuro da economia.

Porém, no meio do caminho tinha uma pandemia.

No acumulado ano novembro de 2020 foram vendidas 51.458 e lançadas 41.765 unidades residenciais novas, uma relação lançamentos comparados com vendas negativa em 18,8%, demonstrando, atualmente, cautela do mercado imobiliário em relação à economia.

Tal relação pode ser explicada pela média mês da oferta disponível de unidades residenciais novas: em 2019, estava em 32.654 imóveis, e, em 2020, estava em 39.040 imóveis, evidenciando a necessidade de redução do estoque para retomada dos lançamentos, num ambiente econômico mais previsível e confiável.

De qualquer maneira, agora comparando as vendas de unidades residenciais novas no acumulado ano novembro de 2020 com o acumulado ano novembro de 2019, houve queda de apenas 4,7% (51.458 versus 53.987), resultado admirável, considerando a base alta, em 2019, e, as incertezas da pandemia, em 2020.

Um bom primeiro passo para a retomada dos lançamentos nos próximos meses.


Aos leitores que tiverem interesse em receber uma apresentação de nossa análise dos dados Secovi-SP, solicitem pelo e-mail de contato do portal.

A Fundação de Dados é um sistema de inteligência de mercado especializado no consumo de materiais de construção, móveis e itens para o lar, que realiza pesquisas e estudos próprios, multiclientes e customizados.

Newton Guimarães

Head
newton@fundacaodedados.com.br

Clientes Parceiros