PEDREIROS QUE NÃO ASSENTAM TIJOLOS, NEM CONSTROEM

Na abertura desse artigo, vamos deixar de lado os dados quantitativos para reproduzir a leitura da neurobióloga e cientista Angela Duckworth, sobre a parábola dos três pedreiros:

“Perguntaram a três pedreiros: “O que vocês estão fazendo?”

O primeiro responde: “Estou assentando tijolos.”

O segundo responde: “Estou construindo uma igreja.”

O terceiro responde: “Estou construindo a casa de Deus.” O primeiro pedreiro tem um emprego. O segundo, uma carreira. O terceiro, uma vocação.”

Voltemos ao universo quantitativo.

Na Pesquisa 1 | 2020, finalizada em maio e que entrevistou 1.020 consumidores que haviam realizado obras/reformas residenciais no último ano, 72,5% haviam contratado pedreiros, 44%, pintores, e, apenas para ficarmos nos três principais executores, 35,7%, eletricistas.

Na seguinte, a Pesquisa 2 | 2020, finalizada em novembro e que entrevistou 1.038 consumidores que tinham intenção de realizar obras/reformas residenciais no próximo ano, 78,2% iriam contratar pedreiros, 52,2%, pintores, e, apenas para ficarmos nos três principais executores, 27,7%, eletricistas.

Em outras palavras, os pedreiros são, destacadamente, os profissionais com maior intenção de contratação e efetivamente contratados para obras/reformas residenciais.

Em 2018, numa das pesquisas em que procuramos entender um pouco mais sobre esses profissionais, na ótica de 900 consumidores, as principais atividades desempenhadas numa obra/reforma residencial pelos pedreiros foram: (1) colocar ou trocar pisos e revestimentos cerâmicos, por 59,4%; (2) preparar as paredes, portas e grades para pintar, por 42,2%; (3) colocar portas e janelas, por 40,9%; (4) derrubar e construir paredes, por 40,9%; (5) serviços gerais de pintura de paredes, portas e grades, por 37,4%; (6) reformar ou realizar instalações hidráulicas, por 34,5%; (7) reformar ou realizar instalações elétricas, por 32%, e apenas para ficarmos em oito atividades, (8) reformar ou instalar o telhado, por 24,2%.

Em suma, além de serem os profissionais mais contratados, os pedreiros fazem tudo, inclusive as vezes de azulejistas, pintores, encanadores, eletricistas e telhadistas.

Por fim, nessa mesma pesquisa, 68,1% dos consumidores que os contrataram disseram que eles sugeriram, ao menos um tipo de loja para compra de materiais durante a obra. Já, 86,8% disseram que eles sugeriram, ao menos um tipo de produto durante a obra (em ambas as situações, não mensuramos a conversão).

Enfim, além de serem os profissionais mais contratados e fazerem tudo, possuem um alto grau de influência para escolha de lojas e produtos.

Imaginem o quanto ganharia o mercado se, cada vez mais, os pedreiros além de assentarem tijolos e construírem residências, começassem também a realizar o sonho de lares mais belos e felizes para as pessoas?


A Fundação de Dados iniciará em 2021 o projeto Jovens Pedreiros, com o intuito de pesquisar e gerar subsídios para melhor abordagem e valorização desses profissionais. Empresas interessadas em apoiar o projeto nos contatem pelo e-mail do portal.

A Fundação de Dados é um sistema de inteligência de mercado especializado no consumo de materiais de construção, móveis e itens para o lar, que realiza pesquisas e estudos próprios, multiclientes e customizados.

Newton Guimarães

Head
newton@fundacaodedados.com.br

Clientes Parceiros