A COMPLEXIDADE DAS VENDAS E LANÇAMENTOS DE IMÓVEIS

Tanto o Secovi-SP, quanto a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), fecharam os dados relativos às vendas de unidades residenciais novas em 2020.

Comecemos pela capital do estado de São Paulo.

Segundo o Secovi-SP, foram vendidas 49.224 unidades, em 2019, e, 51.417 unidades, em 2020, crescimento de 4,4%. A notícia fica ainda melhor, quando consideramos que foram lançadas 59.978 unidades, em 2020, visando adicionar unidades em estoque para vendas futuras.

Por outro lado, relativamente às 38 cidades próximas à capital e que compõem a Grande São Paulo, foram vendidas 15.177 unidades, em 2019, e, 9.292 unidades, em 2020, queda de 38,8%. A notícia fica ainda pior, quando consideramos que foram lançadas 5.373 unidades, em 2020, visando reduzir unidades em estoque para vendas futuras.

Porém, mesmo assim, no agregado Grande São Paulo (capital + 38 municípios) foram vendidas 60.709 unidades e lançadas 65.351 unidades, demonstrando, na grande região, otimismo em relação ao ano de 2021.

Já, segundo a CBIC, em dados de maior abrangência relativos a 150 cidades e regiões metropolitanas (inclui Grande São Paulo), nas cinco regiões do País, foram vendidas 172.902 unidades, em 2019, e, 189.858 unidades, em 2020, crescimento de 9,8%.

Porém, essas 189.858 unidades vendidas não foram repostas pelos lançamentos de 151.782 unidades no mesmo período, demonstrando uma confiança menor do que observada na cidade de São Paulo

Incertezas relativas ao desabastecimento de materiais de construção e aumento dos preços contribuíram para esse comportamento, mesmo com a demanda aquecida.

Em suma, na Grande São Paulo as vendas foram puxadas pelo desempenho positivo da capital, com otimismo suficiente para aumentar a oferta de imóveis residenciais novos.

Por outro lado, quando expandimos a leitura para o Brasil, as vendas cresceram quase dois dígitos, sendo, inclusive, melhores do que na capital paulista, porém, inversamente, não há otimismo suficiente para aumentar a oferta de imóveis residenciais novos.

Como tudo nesses últimos meses, em ambientes complexos, as explicações nunca são simples.


Aos leitores que tiverem interesse em receber uma apresentação analítica desses dados, solicitem pelo e-mail de contato do portal.

A Fundação de Dados é um sistema de inteligência de mercado especializado no consumo de materiais de construção, móveis e itens para o lar, que realiza pesquisas e estudos próprios, multiclientes e customizados.

Newton Guimarães

Head
newton@fundacaodedados.com.br

Clientes Parceiros