PUXADAS POR MATERIAL HIDRÁULICO, VENDAS NOMINAIS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DISPARAM

A recém divulgada Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), com o desempenho das vendas de materiais de construção em abril, não deixa dúvidas sobre dois aspectos correlacionados: o expressivo crescimento das vendas e a acentuada alta dos preços dos produtos.

Segundo elaboração de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas no acumulado dos últimos doze meses, de maio de 2020 a abril de 2021, houve crescimento de 44,6%, em volume de vendas (real/nominal deflacionado), e 78%, nominalmente (volume de vendas inflacionado), no faturamento do comércio brasileiro de materiais de construção.

Ou seja, uma diferença entre faturamentos em volume de vendas e nominal de 33,4%.

Mas, ainda segundo o IBGE, quais itens de materiais de construção apresentaram as maiores altas de preços, nesse mesmo período?

Segundo, agora, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação geral de maio de 2020 a abril de 2021 foi de 6,76%. No subgrupo Reparos (engloba os itens de materiais de construção pesquisados, porém, sem aberturas de subitens) foi de 8,21%, puxado para cima pelo item Material Hidráulico, com 32,34%, seguido por Tijolo, com 31,3%.

E, ao que tudo indica, a tendência está sendo mantida no decorrer de 2021, haja vista que, somente nos preços acumulados dos primeiros cinco meses, enquanto a inflação geral apresenta alta de 3,22%; o subgrupo Reparos apresenta alta de 3,39%, puxado para cima, novamente, pelo item Material Hidráulico, com 14,54%, desta feita, seguido por Revestimento para Piso e Parede, com 9,36%.

Se fosse possível afirmar que somente a alta da demanda dos consumidores está alavancando os preços dos materiais de construção (é uma das causas, mas não a única), poderíamos também afirmar que boa parte dos problemas de saneamento do País foi resolvida nos últimos meses.


A Fundação de Dados é um sistema de inteligência de mercado especializado no consumo de materiais de construção, móveis e itens para o lar, que realiza pesquisas e estudos próprios, multiclientes e customizados.

Newton Guimarães

Head
newton@fundacaodedados.com.br

Clientes Parceiros