O CAOS É UMA ORDEM POR DECIFRAR, José Saramago

placeholder 960

CAOS

Em ambientes caóticos e fluidos as decisões baseadas em critérios subjetivos devem ceder espaço para decisões baseadas em métodos objetivos. E, como tal, nada mais caótico do que o consumo de materiais de construção para obras e reformas residenciais – responsável por, aproximadamente, 70% do faturamento do comércio do setor –, sujeito a infinitas variáveis durante um longo e dispendioso ciclo de compras, que vão desde problemas de especificações dos materiais até a baixa qualificação da mão de obra envolvida.

placeholder 960

ORDEM

Um segmento cujo sell out corresponde a, aproximadamente, R$159,5 bilhões, ou 2,1% do PIB de 2020, de R$7.447,9 bilhões, necessita de parâmetros para fornecer insumos para as empresas mensurarem suas performances e estruturarem estratégias comerciais e de marketing. Com base nessa premissa, a Fundação de Dados realiza mais de 2.000 entrevistas por ano com consumidores finais que realizaram ou realizarão reformas ou obras residenciais, momento esse, em que as empresas parceiras podem inserir entendimentos sigilosos e exclusivos sobre as jornadas de compra de produtos, intenções de compra, percepções de marcas, usabilidade, processos de instalações, top of mind, entre várias possibilidade de entendimentos

placeholder 960

INVESTIGAÇÃO

Além das pesquisas com dados primários exclusivos, mapeamos semanalmente e mensalmente as principais fontes secundários brasileiras, como IBGE, CBIC, Secovi-SP, ABRAMAT, FGV, entre outras, a fim de fornecer relatórios, papers e insights conjunturais para os mercados de materiais de construção, móveis e demais itens para o lar, fechando um ciclo de inteligência de mercado que começa no consumidor final e termina no ambiente macroeconômico do País