CONFORTO É A PRINCIPAL MOTIVAÇÃO PARA REFORMAS RESIDENCIAIS

Seguindo nas análises da jornada de compra de materiais de construção, e dando sequência ao artigo Reforma do lar tem mais a ver com memória afetiva do que com produtos, avançaremos para as principais motivações para realização de obras e reformas residenciais.

Na Pesquisa 1 | 2021 (realizada em maio de 2021), do total de 1.021 consumidores que realizaram obras/reformas residenciais no último ano, a principal motivação foi “oferecer maior conforto para a família”, com 54,8%, seguida por “deixar a residência mais bonita/nova”, com 49,7%.

Já, na onda mais recente, Pesquisa 1 | 2022  (realizada em maio de 2022), do total de 1.022 consumidores que realizaram obras/reformas residenciais no último ano, também, a principal motivação foi “oferecer maior conforto para a família”, com 60,3%, seguida por “deixar a residência mais bonita/nova”, com 55,7%.

Por fim, retornando à Pesquisa 1 | 2021, a terceira motivação foi “resolver problemas estruturais (elétricos, hidráulicos, azulejos descolados, pisos soltos, infiltrações, rachaduras na parede etc.)”, e, na Pesquisa 1 | 2022, “mudar o estilo e aparência da residência”.

Portanto, na onda mais recente, três aspectos positivos superam os problemas a serem resolvidos.

Dessa maneira, nas comunicações com esses consumidores, as motivações positivas, como conforto, beleza, novidade e estilo, além de serem muito mais estimulantes, conversam, efetivamente, com suas aspirações.

Os problemas, que em algum nível existem, naturalmente se resolvem na realização do sonho de um lar melhor.

Newton Guimarães - Head

Parceiros Atendidos